quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Arroz e feijão. Dosas, as panquecas indianas, e idli, bolinhos no vapor, em diferentes combinações.

De arroz negro com feijão fradinho; de arroz branco e ervilha, arroz branco e
negro com feijão fradinho. Com chutney de tomate silvestre (na foto)
Isto aqui nada mais que repeteco de idlis que venho fazendo há anos. Quem acompanha o Come-se já sabe. Mas vai que você está chegando agora. O que estou mostrando aqui é que dá pra gente comer o velho arroz e feijão e ainda por cima economizar no trigo e além disso fazer fermentação natural, que é bom para digestão desses grãos, mudando a forma, economizando tempo, fazendo graça com a comida tão saudável e completa do ponto de vista das proteínas - indianos e brasileiros sabem das coisas.

Fiz a mesma massa de idli e das dosas que mostrei aqui - neste post tem link pros idlis também.  Aqueles fiz com farinha de raspa de mandioca. Aqui fiz a massa tradicional de idli e dosa, que combina arroz com algum tipo de leguminosa. Misturei arroz negro com feijão fradinho sem pele (já compra ele sem pele em mercados municipais); arroz branco com o feijão fradinho; arroz branco e ervilha; arroz branco mais o negro com feijão fradinho. Todos foram deixados um dia antes de molho (quantidades iguais de cereal e leguminosa) em potes separados. No outro dia, escorri a água, bati com outra água cada qual no liquidificador até formar uma massa lisa. Deixei fermentar até formar borbulhas e na hora de fazer, juntei partes iguais, temperei com sal, cominho, feno grego e estava pronto para cozinhar. Para idli a massa não precisa ser muito líquida. Para panquecas, sim. Aí, é só ir dosando a água. Mas nos posts sobre idli vai entender melhor.  Você pode também já misturar a combinação que quer na água do remolho e basta triturar, temperar e deixar fermentar antes de cozinhar. É assim que ensino nos outros posts. Veja o link lá em cima.

Arroz demolhado, liquidificado e fermentado 

Mas ultimamente tenho fermentado separadamente, assim, posso usar, por exemplo um pouco do arroz fermentado para fazer um bolinho com ovos ou uma panqueca com leite de coco e arroz fermentado etc. Então, misturo na hora os fermentados que quero. Mas vai de gosto. Facinho, facinho de fazer.

Estes idlis fiz com arroz branco, feijão fradinho, cúrcuma  e flores de
hemerocallis em pedacinhos dentro da massa - cozidos no vapor sobre
pedaços de folhas de cúrcuma. 

Quantidades iguais de arroz branco e ervilhas, temperados com cominho,
cozidos no vapor em forminhas. Com sambal. 






3 comentários:

Rosangela Santos disse...

Oi Neide...gosto muito do teu blog...muito mesmo...eu acredito q a comida têm o poder de curar... e também de encher nossas barriguinhas e de dar aconchego...NHAC,NHAC....kkkk. Um abraço e muitas comidinhas gostosas e nutritivas p vc...

Eduardo Sá disse...

Neide, querida, sou muito seu fã.

Uma pergunta: é fundamental que o feijão fradinho esteja sem pele? Aqui onde moro é um pouco difícil encontrá-lo já sem casca. Há alguma forma mais rápida de tirar a casca?

Ademais, para fermentar é só colocar num pote? Desculpe perguntar uma coisa que talvez esteja em outro post.

Grande abraço

Tula Tânia disse...

Oi!! não achei a receita de idli! onde tem? Obrigada!!